Textos
Transtorno de Compulsão Alimentar 

     A Compulsão Alimentar é caracterizada pela ingestão de uma grande quantidade de alimentos, muito maior do que a maioria das pessoas consumiriam no mesmo período de tempo (por exemplo em um período de duas horas) e em circunstâncias semelhantes. A compulsão é acompanhada por uma sensação de falta de controle sobre o que e o quanto se está comendo.

     No Transtorno de Compulsão Alimentar, os episódios de compulsão podem estar associados com três (ou mais) dos seguintes fatores:

 1. Comer muito mais rapidamente do que o normal.

 2. Comer até se sentir desconfortavelmente cheio.

 3. Comer grandes quantidades de comida quando não se sente fisicamente com fome.

 4. Comer sozinho por causa do sentimento de vergonha por quanto se está comendo.

 5. Sentir-se enojado, deprimido ou muito culpado depois de cada episódio.

 

     Além do sofrimento intenso por cada episódio de compulsão alimentar, ocorre um prejuízo na qualidade de vida de uma forma geral, com problemas de saúde relacionados ao ganho de peso/obesidade, dificuldade nas relações sociais, assim como dificuldade no lidar com as emoções, principalmente as emoções negativas como  exemplo, a frustração.

 

      O tratamento multidisciplinar (psicólogo + psiquiatra + nutricionista) especializados nesse tipo de transtorno alimentar também é o mais indicado. Na psicoterapia,  aprender ou desenvolver as habilidades para lidar com as emoções negativas é um dos objetivos a ser alcançados.

 

Fabiana Hatada Iguchi

Psicóloga Cognitivo-Comportamental

E-mail: figuchi@hotmail.com

 

                                                                                                             Fonte: DSM-5.

 

@iguchipsicologia

® Fabiana H. Iguchi

R. Itapeva,518 Bela Vista São Paulo - SP.

Iguchi Psicologia